Notícias


27/07/2017 09h49

Notícia Local

Promotor de Lagoa da Prata move Representação Criminal contra usuários do Facebook

De acordo com o Promotor Luís Augusto, 16 pessoas compartilharam postagem caluniosa de perfil falso

No último final de semana, um perfil fake (falso) no Facebook, nomeado por “Carlos Francisco”, publicou uma postagem caluniosa contra o Hospital São Carlos, membros de sua diretoria e funcionários e contra o Promotor Luís Augusto de Rezende Penna. A postagem foi compartilhada mais de 50 vezes no Facebook e difundida por meio de grupos do Whatsapp.

Nesta quarta-feira 26, Luís Augusto entrou com uma Representação Criminal, em ofício enviado à 2ª Promotoria, sob a responsabilidade do Promotor Eduardo Almeida da Silva, no qual afirma que as pessoas que compartilharam a publicação cometeram crimes tipificados nos artigos 138, 140 e 141 do Código Penal Brasileiro – as penas podem ser detenção de um a seis meses e multa, e podem ser acrescidas com mais um terço da pena se o crime for cometido, como neste caso, contra um funcionário público.

“Esses usuários não somente contribuíram intencionalmente para a divulgação de um texto virtual de conteúdo falso e ofensivo à honra alheia, como também, e especialmente, demonstraram eles a sua adesão expressa e objetiva àquilo que ajudaram a propagar na internet”, afirmou Penna.

Por fim, o Promotor avisa que outros usuários do Facebook que também compartilharam a publicação serão oportunamente identificados.

Fonte: Jornal Cidade


google